Quem for pro evento, ganha abraço de robô! #hugbot

Jack Holmer trará para o Science’n’Fiction sua mais nova criação: o #hugbot!

Trata-se de um robô que será disponibilizado para ser abraçado pelos participantes do seminário. O #hugbot é um robô corporificado em um boneco de pano crú, com dois sensores de toque (que sente o abraço), um sensor de ultrasom (que calcula a distância de sua cabeça ao corpo de quem o abraça) e três servo-motores (dois em seus braços e um em sua cabeça)..

Memorial de performance

Pensar a lógica da vida é uma das forças motoras de toda ciência. Os seres vivos detêm algo que intriga a inteligência, fazendo-nos refletir. Viver não é só procriar, nem somente buscar alimento. O cego animalesco tende a enxergar o existir como apenas suprir desejos biológicos, ignorando fatos simples, como o afeto, a sociabilidade e a necessidade de criação artística, o espírito desbravador e inúmeros sentimentos e comportamentos que dobram a psicologia e a filosofia.

Quando a matemática se abstrai, a medicina releva questões do espírito; a sociologia depende do imaginário sonhado, o caos de algo emergente e incontrolável aparece. O homem (ser criado) toma a postura de criador, que através das tecnologias, tenta dominar a lógica da vida. E nesse ponto que a Arte apresenta seus trunfos, pois é especialista no sentir, no viver e no expressar. O erro, a margem e o caos não são vistos como negativos, mas como atores de um sistema emergente.

O #hugrobot é um robô criado para corresponder a abraços. Na performance aqui referida o robô será disponibilizado para que os congressistas possam abraçá-lo e assim criar ou efetivar um vinculo afetivo com a máquina. O Robô tem 60cm x 70 cm x 15 cm, é composto de tecido, sensores, luzes internas (que esquentam o corpo) e partes eletrônicas.

Esta performance já foi feita no Museu Oscar Niemeyer ( Curadoria de Fernando Bini), no “Fórum Internacional de Conservação do Moderno ao Contemporâneo – A Memória do Futuro: Um primeiro olhar sobre a realidade nacional”, realizado nos dias, 22, 23 e 24 de setembro de 2010.

Anúncios

Sobre Lidia Zuin

Jornalista, mestre em semiótica e doutoranda em artes visuais pela Unicamp. Head do núcleo de inovação e futurismo da UP e pesquisadora da Envisioning, trabalhou para a Rockstar Games e publicou artigos em sites como Versions, Kill Screen e Folha de S.Paulo. Como pesquisadora acadêmica, possui textos publicados em periódicos e livros.
Esse post foi publicado em conteúdo e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s